16 de abr de 2011

Decoração: Granitos

O granito é uma pedra natural formada por minerais como o quartzo transparente, o feldspato (principal responsável pela cor do granito) e a biotita escura. É mais duro que o mármore e não possui tantos veios.
Possui uma ampla variedade de cores, variando de acordo com o local de onde é extraído. Os da Bahia, por exemplo, são famosos por sua tonalidade azul, como o azul-bahia. Já em Minas é possível encontrar o lilás-gerais e em São Paulo o verde-ubatuba.
Sua cor pode ser: cinza (a maioria destes absorve mais água), amarelo, rosa, preto, verde (mais impermeável), vermelho (mais impermeável), azul, marrom e creme.
Uma de suas características marcantes é a presença de pontilhados na cor preta, “manchando” a pedra em sua extensão.

Alguns tipos de Granito. Fonte da Imagem: Clique Arquitetura


Alguns nomes de acordo com a tonalidade:
Preto e cores escuras: Preto São Gabriel, Preto Absoluto, Negro Impala, Verde Labrador (semelhante ao preto e apenas no sol é possível notar sua cor esverdeada), Verde Ubatuba, Preto Indiano;
Marrom: Café Imperial, Bordeaux, Tabaco Tp, Marrom São Paulo;
Amarelo: Amarelo Santa Cecília, Amarelo Florença, Amarelo Icaraí;
Branco e Bege: Branco Itaúnas, Branco Ceará, Bege Duna, Branco Marfim, Branco Nepal, Branco Siena;
Vermellho e Rosa: Bragança, Amêndoa Capri, Vermelho Itaipú, Vermelho Brasília, Rosa Raissa, Kinawa;
Outras tonalidades: Cinza Corumbá, Arabesco MG6, Cinza Andorinha.
Acabamentos de Superfície
Confira abaixo alguns acabamentos de superfície que podem ser aplicados ao granito, tanto para áreas internas quanto para externas:
Levigado: o granito é lixado com abrasivos até deixá-lo liso. Seu aspecto é opaco e é indicado tanto para áreas internas quanto externas.
Lustrado: utiliza produtos químicos e abrasivos para deixá-la lisa, tornando-a também, com este processo, mais impermeabilizada.
Apicoado: são feitas batidas (marteladas), criando furinhos no granito, tornando-o antiderrapante.
Flameado: é passado o maçarico, queimando alguns componentes da rocha, escondendo alguns defeitos (rochas com muita mica (biotita) não podem passar por este processo por derreterem). Cria um aspecto rugoso e ondulado. É utilizado em granitos nas áreas externas.
Bruto: É a superfície de mármores e granitos sem qualquer acabamento, usados tal como são achados na natureza, apenas serrados.
Cristalização: Processo feito por empresas especializadas com a função de criar uma película protetora para os pisos de mármore e granito.
Jateado: Acabamento de superfície à base de jato de areia. Sem brilho, é indicado para áreas externas.
Polido: Feito a partir de lustração. Indicados para áreas internas tem aspecto liso e brilhante.
Resinado: Feito a partir da aplicação de resina liquida e lustração da mesma, cobrindo os poros que existem nas pedras dando um melhor polimento e brilho superior.

Acabamentos de Bordas

Conheça alguns tipos de acabamentos de bordas para tampos de banheiros, cozinhas, escadas e demais aplicações do granito:
  • Bisotado: É um acabamento lateral utilizado em tampos e bancadas (bisotê). Nas peças para piso tem a função de tirar o corte das arestas, evitando que as beiradas se quebrem.

  • Boleado: Acabamento lateral usado nas bordas de pias e bancadas. Pode ser simples, duplo ou meio boleado.


    • Reto: São bordas simples, ou seja, ele é polido do jeito que foi cortado sem nenhum acabamento especial.

    Manutenção
    Limpeza: utilizar apenas um pano úmido. Evitar produtos oleosos, água sanitária, ácidos e produtos corrosivos.
    Proteção: após a colocação do granito aplique impermeabilizantes. Cuidado com as ceras: com o tempo, após várias aplicações, ela preenche os poros e passará a absorver a sujeira, fazendo com que o granito perca seu brilho natural.
    Cuidados: evite que seja molhado permanentemente, pois poderão surgir manchas.


    Fonte da Reportagem:Clique Arquitetura